Desmama de bezerros: por que o manejo correto é a melhor opção

De modo geral, a desmama de bezerros é efetuada entre o sexto e o oitavo mês de vida do filhote. Nessa fase, o animal já está completamente apto para utilizar a ferragem sólida como fonte única de energia. Portanto, ele pode deixar de lado o leite da mãe. Cabe destacar aqui que, do terceiro mês em diante, o líquido já não apresenta uma função fundamental na dieta dos bezerros. Sendo assim, a transição faz parte de um processo natural. Pode-se afirmar então que os nutrientes essenciais para um ruminante adulto são encontrados no pasto. Para entender melhor sobre o assunto, confira a seguir como é feito o manejo correto da desmama de bezerro.

Tipos de manejo correto para a desmama de bezerros

Nesse período, o comportamento dos animais pode ser previsto com facilidade. O comportamento descrito por vezes é observado mesmo semanas após o aparte. Tanto os filhotes quanto os animais adultos costumam vocalizar de forma repetitiva e passam um tempo maior caminhando. Em contraste, o gado se alimenta, rumina e descansa menos. Esse contexto tem reflexos para o sistema imunológico, o que aumenta a vulnerabilidade do rebanho para uma série de enfermidades. Ou seja, administrar tal momento de maneira apropriada torna-se essencial para o bem-estar e sucesso do gado.

Nos dias iniciais do procedimento, o melhor é deixar as mães e os filhotes separados apenas por um cerca bem residente, para viabilizar a permanência do contato visual. Com essa atitude simples, o administrador consegue reduzir muito o estresse de ambas as partes e facilita a mudança. Se a desmama no bezerro não é gradual, o filhote às vezes apresenta dificuldade para ganhar peso durante a recria. Outra dica válida é dar alimentação complementar para mães s filhotes em um cocho comum, separado pela cerca. O resultado costuma ser o maior ganho de peso dos bezerros. Recomenda-se também que a fonte de água seja compartilhada.

Conforme pesquisas, os rebanhos manejados da maneira certa exibem um acréscimo de peso até 30% superior nas dez semanas inicias em relação aos tratados de forma tradicional. Boa parte dos pecuaristas nota uma performance positiva quando os bezerros ficam no curral de quatro a sete dias depois da desmama. Aqui, ressalta-se que a execução certa do aparte é altamente benéfica tanto para as vacas quanto para os filhotes. Sendo assim, o rebanho todo se desenvolve melhor.

Com alguma frequência, os administradores selecionam as chamadas vacas de descarte para atuarem como uma espécie de madrinha. Contudo, não há um consenso sobre a efetividade da técnica. Diferentes estudos apontam desempenhos comparáveis ao da separação completa.

Mais uma alternativa disponível é a desmama de bezerros controlada. Essa tática corresponde a colocar os indivíduos separados em um mesmo local para mamar duas vezes ao dia: de manhã e de tarde. Enquanto os novilhos não estão perto da mãe, eles precisam ter acesso pasto para que sejam capazes de se adaptar à rotina nova. Apesar de não existirem dados científicos sobre o tema, vários profissionais afirmam estar contentes com o retorno alcançado por essa metodologia.

Por fim, a separação por duas fases é outra opção válida. Isso significa colocar uma tabuleta para evitar que o filhote mame durante os quatro ou sete primeiros  dias. Na sequência, determine uma separação completa da vaca.

Cuidados adicionais durante a desmama de bezerros

Para garantir a saúde dos animais é fundamental visitá-los com regularidade e observar qualquer alteração física ou comportamental. Na eventualidade de um indivíduo ser diagnosticado com alguma doença, afaste-o de imediato do restante do seu piquete. Definir uma área para o isolamento dos gados enfermos não só contribui para o sucesso tratamento como também previne a disseminação do problema.

Independente da estratégia instaurada, forneça espaços com sombra e proteção contra ventos para minimizar o estresse climático. Dê um intervalo de no mínimo 15 dias após a desmama para viajar com os bezerros. Afinal, o transporte é um dos grandes motivos de estresse para os animais. Em adição, práticas como a aplicação de vermífugos e vacinação devem ser efetuadas cerca de um mês antes do desmame.

A partir das informações acima, esperamos que você conduza a desmama de bezerros com mais tranquilidade.

Outras Publicações

×