História do concreto: evolução e características

Caso queira, você pode ouvir nosso texto, clicando abaixo:

O concreto é, hoje, um dos materiais essenciais no ramo da construção civil. Isso se deve ao fato da qualidade e durabilidade do material, mas nem sempre foi assim.

A história do concreto se iniciou há quase dois milênios, onde teve seu primeiro registro oficial em 1.700. De lá para cá, os aditivos que compõem o concreto foram se tornando cada vez mais eficientes, e hoje ele é usado para as mais diversas finalidades.

Vamos conhecer um pouco sobre a história do concreto?

O que é o concreto?

O concreto é um material do ramo da construção civil criado e testado pelo ser humano que se assemelha a uma forte rocha. Ele é feito da junção do cimento (que funciona como aglomerante), água, pedras britadas (agregado graúdo), areia (agregado miúdo), além de alguns outros materiais aditivos, a depender da finalidade do concreto que está sendo fabricado.

Vale sempre frisar que o concreto pode se adaptar à inúmeras finalidades, então sua mistura pode sempre ser modificada depois de formada a base. Esse é um dos principais fatores que o tornam tão eficiente.

O concreto costuma ser reforçado com barras de aço antes de ser colocado nos moldes (concreto pré-moldado). Mas o foco de hoje é falar um pouco mais sobre a história, então, vamos lá!

historia do concreto

Criação do concreto na história antiga

A história do concreto se inicia cerca de dois mil anos atrás. Há relatos de que os romanos utilizavam uma espécie de matéria prima “especial” na formação do concreto, mas na verdade, eles usavam cascalho, areia densa e bem grossa para misturar com água e cal quente. 

Existem registros que demonstram que utilizaram, até mesmo, sangue e gordura de animal, pozolana (rocha vulcânica) e leite. Para diminuir a retração, costumavam adicionar cabelo de cavalo na composição. Estranho, né? Mas foi esse tipo de mistura que fez o concreto evoluir. 

Pode-se dizer, de modo informal, que eles foram os “pais” do concreto. Os romanos utilizavam o concreto para construir estradas e aquedutos. Até mesmo os livros de história demonstram como o concreto era o material principal na construção das cidades.

Eles construíram cerca de 5.300 milhas de estradas utilizando somente o concreto e outros aditivos, como os já citados. Na história antiga, nenhuma outra civilização utilizou tanto o concreto de forma efetiva como eles. Mesmo naquele tempo, já se percebia a resistência desse tipo de material.

Das civilizações antigas, ainda há registros históricos de babilônios e sírios que usavam uma espécie de concreto menos resistente, pois utilizavam como matéria ligante a argila. 

Uma curiosidade interessante é que os egípcios criaram o seu próprio cimento. Os construtores de pirâmides famosas utilizaram como base o concreto criado com argamassa de cal e cimento elaborado na época. E vejam só, tanto as estradas de Roma, quanto as pirâmides, resistiram ao tempo e estão de pé até os dias atuais.

Leia também: Qual a diferença entre concreto e cimento? 

Novos registros do concreto

John Smeaton foi o primeiro homem a fazer concreto misturando cimento e agregados graúdos, e isso foi registrado em 1.756. Em 1.793, utilizou o cimento hidráulico para construir o Eddystone Lighthouse in Cornwall, na Inglaterra.

Outro grande marco para o concreto ocorreu no ano de 1.824, pois o inventor inglês, Joseph Aspdin, conseguiu desenvolver o cimento Portland. Ele formulou o concreto queimando giz com terra e adicionou argila em um forno até que o dióxido de carbono evaporasse, resultando em um forte cimento.

Mas foi em 1.836 que primeiro teste sistemático de concreto ocorreu. O teste media a resistência à tração e à compressão do concreto. Foi nesse período que começaram a utilizar concreto com aditivos que conhecemos hoje, como brita, argila, cascalho e areia, além do cimento portland, é claro. 

Em 1.849, Joseph Monier, inventou o concreto armado, utilizando metal/aço para reforçar o concreto. O concreto armado, portanto, combina a capacidade à tração do metal e à compressão do concreto para suportar elevadas cargas. Ele recebeu a patente pela invenção em 1.867.

Em 1.886, o primeiro forno rotatório foi introduzido na Inglaterra e tornou constante a produção de cimento. Em 1981, George Bartholomew fez a primeira rua em concreto em Ohio, Estados Unidos da América. 

Por volta de 1.920, o concreto foi amplamente utilizado em construções de estradas e construções civis. E, desde então, se popularizou no mundo inteiro e se tornou o material de construção mais utilizado.

Quer conhecer mais sobre o concreto e suas opções na modalidade pré-moldada? Entre em contato conosco através do chat de atendimento. Nós do Grupo Concrenorte teremos o prazer de lhe atender.

Outras Publicações

Churrasqueira Pré-moldada Concrenorte

CHURRASQUEIRA PRÉ-MOLDADA

Manual Gratuito da Churrasqueira Pré-Moldada Concrenorte

CURRAL PRÉ-MOLDADO

Guia Gratuito do Curral Pré-Moldado Funcional Concrenorte

ESTRUTURAS PRÉ-MOLDADAS

Guia Gratuito Estruturas Pré-Moldadas Concrenorte

e-book pisos intertravados - Concrenorte Pré-Moldados

PISO INTERTRAVADO

Guia Gratuito e Completo do Piso Intertravado Concrenorte

×